Cores vs Ambiente de trabalho: saiba como as cores podem influenciar a produtividade e escolha o tom certo!

As cores têm uma forte influencia nas nossas vidas e nas nossas emoções, quando estamos alegres e bem-dispostos escolhemos vestir peças em tons fortes e quentes, já em dias que acordamos mais cabisbaixos e sem muito ânimo os tons frios e terrosos são sempre a opção que nos parece perfeita.

Por isso, a equação cores e ambiente de trabalho é fundamental para quem busca um espaço corporativo tranquilo, estimulante, que contribua positivamente para a criatividade e que afaste qualquer sintoma de estresse ou estafa mental.

Para entender um pouco mais sobre como cada tonalidade age intimamente em nosso comportamento e como a escolha correta pode melhorar a produtividade da sua equipe, preparamos um conteúdo especial.

Vamos conhecer mais sobre cores e ambiente de trabalho?

Cores e ambiente de trabalho: entenda como cada cor influencia no nosso dia a dia!

Quando falamos sobre a influência de uma cor na forma como uma pessoa ou um grupo reagem a um local fechado, por mais 8h diárias, 5 dias da semana estamos falando diretamente sobre qualidade de vida em ambiente corporativo.

Porém, é importante frisar que não é preciso investir em ambientes monocromáticos ou 100%: brancos, beges e cinzas. É possível e recomendável o uso de cores, porém, é necessário entender como cada cor funciona e como harmonizar com os demais itens de decoração para que não fique um ambiente carregado ou muito escuro.

Cores quentes

As cores quentes têm o poder de deixar os ambientes menores e provocam e/ou estimulam mais a mente. Isso porque elas “provocam” nosso sistema nervoso e cardíaco a trabalharem mais como se uma luz de alerta intensa e chamativa ficasse piscando constantemente bem na nossa frente. Quando bem usadas podem ajudar e incentivar a criatividade.

  • Vermelho – vermelho é energia, vitalidade e paixão. É uma cor intensa e que dá ao ambiente inspiração, motivação e vigor, porém, é necessário ter cautela. Um escritório todo vermelho pode tornar o ambiente um local tenso e irritadiço.
  • Amarelo sol – o amarelo é energia, ajuda o cérebro a ser objetivo e tomar decisões com mais facilidade e rapidez. Assim como o vermelho se usado em abundância pode ter efeito contrário, deixar as pessoas ansiosas e cansadas.
  • Laranja – quando usada na dose correta o laranja pode servir como um canal motivador, deixando o ambiente mais leve e alegre favorecendo a comunicação. Em excesso pode causar desânimo e até tristeza.
  • Roxo – o roxo ou violeta favorece a comunicação e aproximação das pessoas que compartilham o mesmo ambiente. Porém, não é recomendado usá-lo em ambientes muito grandes, pois, seu tom intenso pode causar desânimo e bloqueio criativo.
  • Rosa – o rosa pastel traz tranquilidade, delicadeza e inspiração, é uma cor que remete à feminilidade. Os tons mais fechados ficam elegantes e dão ao ambiente inspiração e renovação.

Cores frias

Os tons frios têm o poder de levar tranquilidade, calmaria e harmonia aos ambientes. Provocam no cérebro uma sensação de bem-estar, deixando as pessoas mais relaxadas e confortáveis. Lembre-se que cores frias não necessariamente, significam tons claros ou pastel. Use-as sempre que precisar em um local de trabalho que necessite de serenidade e fluidez.

  • Verde – o verde em tom pastel e mais suave traz a sensação de quietude, paz e tranquilidade. Por isso, é a cor escolhida para ser usada em hospitais, escolas e consultórios médicos. Para ambientes de trabalho onde a tensão do dia a dia reina é uma boa sugestão. Já os tons escuros podem ter um efeito devastador, pois, têm o poder de deprimir.
  • Azul – o azul traz serenidade, segurança, é uma cor que relaxa e proporciona ao ambiente equilíbrio e estabilidade. Escolha sempre tons claros ou de média intensidade para transferir todos os benefícios da cor.
  • Cinza – o cinza-claro traz ao ambiente uma sensação de formalidade, serenidade e objetividade. Locais onde o raciocínio lógico é muito exigido podem apostar no cinza, mas deve-se evitar os tons mais escuros como o grafite ou o chumbo, pois, podem deixar o ambiente carregado e tenso.

Bônus: Branco!

O branco, ao contrário do que muita gente pensa, não deve ser usado em excesso, especialmente, em locais muito iluminados e com iluminação fria. É uma cor capaz de amplificar a luz e os ambientes, dá a sensação de luxo e sofisticação, porém, locais com muito branco se tornam claustrofóbicos, irritadiços e cansativos ao longo dos dias. Use para móveis, teto e rodapés ou como fundo para pinturas estilizadas.

Como usar as cores corretas no ambiente corporativo e ajudar seu time a produzir mais?!

Empresas como Google, Facebook e Twitter e outras da área da tecnologia e comunicação vêm apostando em ambientes coloridos e muito bem planejados para estimular seu time.

Isso significa escolher a cor certa para cada ambiente do escritório. Para cada objetivo uma cor deve prevalecer: onde se precisa de mais criatividade as cores quentes e vibrantes devem ser protagonistas. Já locais onde é preciso maior concentração, os tons frios como verde e azul podem reinar para levar calma e serenidade aos colaboradores.

Uma dica de ouro é nunca escolher cores reflexivas ou com alto brilho e, também, não pintar todo o ambiente com uma única cor. Escolha uma parede central ou use-a na decoração com móveis e objetos.

Saber dosar é essencial para que a equação cores e ambiente de trabalho consiga resultar em harmonia, melhor qualidade de vida aos funcionários e para melhorar a criatividade. Aposte em uma decoração moderna que faça alusão às cores da sua marca, porém, sem exageros.

E, então, gostou de entender um pouco mais sobre cores e ambiente de trabalho? Já sabe qual tonalidade combina mais com o seu universo corporativo? Mais uma dica: confira nosso artigo sobre as “Cores que são tendências em 2020!” e renove agora mesmo o seu ambiente!

 

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *